Resumo das Ideias o texto “Sonorização de histórias”, de Teca Alencar de Brito, do livro “Música na educação infantil”

As crianças pequenas são loucas por estórias. Elas ficam totalmente envolvidas. Por isso é oportuno aproveitar a estória para introduzir novos sons e maneiras não convencionais de se tocar instrumentos ou objetos. A própria entonação da voz ao se contar uma estória também é “música”, já que pode ser mais melodiosa, mais suave, mais intensa, etc. Utilizar objetos ou instrumentos musicais para sonorizar as estórias ajudam as crianças a desenvolverem sua capacidade imaginativa, inventiva e criativa. Na falta de instrumentos também é possível utilizar as partes do corpo para criar inúmeros sons diferentes. Existe também a possibilidade de se procurar uma sonorização mais próxima do som real ou é possível inventar e brincar de faz-de-conta e fazer um som bem diferente do que seria na realidade. É também muito importante ouvir as ideias das crianças, suas sugestões e impressões.  Existem pois inúmeras possibilidades: o instrumento pode servir à sonoplastia da estória de modo a tentar imitar o que seria na realidade, ou a estória pode serivr como roteiro para o desenvolvimento de um trabalho musical, criando-se e combinando-se sons que representariam os personagens (sons não figurativos). O importante é que o educador musical seja aberto, flexível e receptivo às ideias das crianças, afim de tornar o trabalho agradável e rico de possibilidades musicais criativas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: