Texto “O INCERTO LUGAR DA PSICOLOGIA NA EDUCAÇÃO” Julio Groppa

  • Diferença entre psicologia educacional e psicologia escolar;
  • A imagem do aluno-problmea;
  • A própria prática institucional como gestora dos males que diz padcer, uma retroalimentação;
  • Impossibilidade de uma conversa produtiva entreve psicanálise e educação;
  • O discurso das Humanidades presente no currículo do ensino médio, assim como as Ciências e as Artes;
  • Vivemos numa socidade extremamente psicologizada;
  • Estamos sempre em dívida com nosso corpo, nossa mente e nosso espírito… mas em realação a qual padrão?
  • É preciso olhar o mundo com o olhar plástico dos artistas: como se fosse a primeira vez;
  • É preciso despsicologizar o mundo;
  • A psicologia não é convocada a explicar o sucesso escolar, este é sempre pedagógico;
  • Todo professor precisa ser um pouco pai, um pouco psicólogo, um pouco amigo, um pouco assistente social;
  • A sala de aula não como problema, mas como solução.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: